terça-feira, 15 de outubro de 2013

Atrações culturais de BH receberão mais turistas na Copa



Belo Horizonte - Conhecida pela gastronomia e pela agitada vida noturna, a cidade de Belo Horizonte , uma das sedes da Copa do Mundo de 2014, oferece também aos turistas um circuito cultural pelo passado e presente de Minas Gerais, uma opção a mais para os fãs de futebol que estiverem por lá durante a Copa.


Belo Horizonte reúne mais de três séculos de história, arte e cultura que, desde 2010, estão expostos em nove museus e espaços integrados no Circuito Cultural Praça da Liberdade, o maior complexo desse tipo do país.

O circuito, organizado em torno da praça, recupera o legado deixado pela população indígena da região, seus colonizadores e escravos, seus políticos, seus artistas e demais habitantes que fizeram parte da história de Minas.

Rodeada por antigas secretarias do governo que foram transformadas em museus, a Praça da Liberdade condensa a diversidade cultural de um estado cuja fundação está diretamente ligada à febre do ouro, que atraiu um forte fluxo migratório no século XVII.

"A ideia deste circuito remonta à década de 1970 e pertence ao governador Franceino Pereira, que já pensava em reconhecer a importância cultural desses prédios que naquela época serviam de sedes do governo", disse à Agência Efe Letícia Bessa, assessora de imprensa do governo de Minas Gerais.

Desde 2010 até hoje o Circuito Cultural Praça da Liberdade recebeu mais de 2 milhões de visitantes.

Muito frequentada por jovens e crianças que costumam caminhar pela esplanada repleta de palmeiras e jardins, a praça serve de "antessala" para o Palácio da Liberdade, antiga residência de governadores, inaugurada em 1987, e que hoje é um dos principais atrativos do percurso cultural.

Com influências neoclássicas, o palácio oferece aos turistas uma grande beleza artística e um passeio pela história política do estado através de seus mais de 30 cômodos.
Apesar da distância que separa a Praça da Liberdade do estádio "Mineirão", onde as partidas da Copa serão disputadas, o deslocamento vale muito a pena.


Além de estarem presentes na Copa do Mundo, o turista não deve deixar escapar a oportunidade de conhecer mais sobre a cultura da região que é berço dos principais movimentos políticos do Brasil.

O Centro de Arte Popular Cemig expõe parte da tradição local através de esculturas de cerâmica e madeira, instrumentos musicais e trabalhos relacionados com as comemorações religiosas, todos feitos por artistas de cidades como Ouro Preto, Prados e Sabará, entre outras.

"O circuito cultural é um dos principais pontos turísticos de Belo Horizonte e mostra o quanto a cultura do estado é rica. Cada espaço conta um pouco sobre o que é Minas Gerais, em seus diferentes aspectos", explicou Letícia.

O "tour" completo inclui também a visita ao Arquivo Público Mineiro, à Biblioteca Pública Luiz de Bessa, ao Centro Cultural Banco do Brasil, ao Espaço Tim UFMG e Conhecimento, ao Memorial Minas Gerais Vale, ao Museu das Minas do Metal, ao Museu Mineiro e a três outros museus que serão inaugurados em breve.

Desta forma, Belo Horizonte, tem como objetivo que na memória de seus turistas não fique apenas gravado o Mineirão, mas também a grande riqueza cultural e gastronômica de seu estado.




(31) 94316649 / 85992160 
henriktour@hotmail.com


2 comentários:

Fernanda Magalhaes disse...

Quem curte o novo explore,viaje,e conheça os serviços da Henrik Tour são roteiros maravilhosos com preços imperdivéis com excelente qualidade.O guia Henrique tem uma biodiversidade de passeios conheça as belezas naturais de BH e suas riquzas históricas. Super recomendo !!!

Henrique Trindade disse...

obrigado Fernanda